Fundado em 22/Setembro/1999 Gurupi - Tocantins Fale Conosco Facebook 29/11/2020 18:54
  30/09/2020 09:36:37
Imprimir
FRAUDE AUXILIO EMERGENCIAL

PLANTÃO DE POLICIA - Policia Federal em Formoso do Araguaia, nesta quarta-feira (30)

Aproximadamente 30 Policiais Federais cumprem 2 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de busca e apreensão nas cidades de Palmas, Paraíso e Formoso do Araguaia.

por Redação inf/Ascom PF-TO

Foto: Divulgação

Os investigados são suspeitos de fraudar o pagamento do auxílio emergencial subtraindo das vítimas os valores dos seus benefícios, por meio de acessos indevidos as suas contas bancárias digitais.

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (30) a Operação “Fraudulenti Auxilium”, visando desarticular associação criminosa especializada na prática de fraudes contra a União.

Aproximadamente 30 Policiais Federais cumprem 2 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Tocantins, nas cidades de Palmas/TO, Paraíso do Tocantins/TO e Formoso do Araguaia/TO.

Os investigados são suspeitos de fraudar o pagamento do auxílio emergencial subtraindo das vítimas os valores dos seus benefícios, por meio de acessos indevidos as suas contas bancárias digitais, criadas junto à Caixa Econômica Federal (CEF), utilizando os valores para o pagamento de boletos bancários fraudulentos e transferências de valores para contas de terceiros.

O grupo se aproveitava da inocência, da simplicidade e do reduzido grau de escolaridade das vítimas, induzindo-as a erro e gerando sérios prejuízos para a população carente do Estado do Tocantins.

Os investigados poderão responder, nas medidas de suas responsabilidades, pelos crimes de estelionato majorado, furto qualificado mediante fraude (via internet banking), associação criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem chegar a 19 anos de prisão. 

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares. 

*** O nome da Operação “Fraudulenti Auxilium” é uma referência em latim ao auxílio fraudulento recebido pelos autores em prejuízo das vítimas dos crimes, que são os verdadeiros beneficiários.

Voltar

Comentários

Notícias mais lidas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Aliança do Tocantuns abre concurso público com 82 vagas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Formoso do Araguaia abre concurso com 141 vagas

PLANTÃO DE POLICIA

GURUPI: Policia Civil envia ''GOTE'' Grupo de Elite para conter onda de violência que assola cidade

IMPOSTOS

Fecomércio-TO divulga, nota sobre exclusão do ICMS da base de cálculo do Pis e da Cofins

SAÙDE

Carreta Unidade Móvel III do Hospital do Câncer de Barretos estará em Gurupi realizando atendimentos de graça

Todos os Direitos Reservados Rua C-03, Qd-10, Lt-05, Nº 101 - Setor Canaã -Gurupi/TO