Fundado em 22/Setembro/1999 Gurupi - Tocantins Fale Conosco Facebook 29/11/2020 20:18
  22/09/2020 09:40:59
Imprimir
OPERAÇÃO TEMPOS MODERNOS

SUL TOCANTINS - Operação da PF afasta prefeito de Jaú Onassys e servidores suspeitos de fraude em licitações para pavimentação asfáltica

São cerca de 40 policiais cumprindo as três ordens de afastamento e 10 mandados de busca e apreensão em Alvorada, Jaú do Tocantins, Paraíso do Tocantins e Palmas. Todos foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

por Redação inf/Ascom PF-TO

A (PF) Policia Federal retornou ao Sul do Estado nesta terça-feira (22), para mais uma operação contra a corrupção nas prefeituras e afasta o prefeito de Jaú do Tocantins, Onassys Moreira Costa (PSD) e dois servidores da comissão de licitação do município.


Eles são suspeitos de integrar um grupo que supostamente fraudava licitações e contratos para pavimentação e abertura de estradas vicinais na região sul do Tocantins. A ação foi chamada de Tempos Modernos.

São cerca de 40 policiais cumprindo as três ordens de afastamento e 10 mandados de busca e apreensão em Alvorada, Jaú do Tocantins, Paraíso do Tocantins e Palmas. Todos foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

De acordo com a Polícia Federal, a investigação começou após surgirem indícios de direcionamento de contratos para uma determinada empresa que estava vencendo todas as licitações realizadas na região sul do Tocantins.

A investigação apontou que o grupo criminoso atuava através de pagamento de propina aos servidores públicos envolvidos no processo de licitação, contratação e fiscalização.

Além do prefeito de Jaú do Tocantins, também foram afastados secretários de dois municípios. Em Alvorada, o mandado de busca foi cumprido na casa do dono da empresa que supostamente participava das fraudes.


A suspeita é de que a empresa que vencia as licitações subcontratava a execução das obras, que sempre ocorriam em condições inferiores as descritas nos contratos. A Polícia Federal aponta um prejuízo de R$ 3 milhões aos cofres públicos.

Os investigados poderão responder pelos crimes de fraude a licitação, peculato, organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, o nome da operação, Tempos Modernos, faz referência crítica ao mundo capitalista, em que tudo gira em torno do capital e do lucro, onde algumas organizações criam requintadas estruturas de corrupção, em detrimento da sociedade e do bem público.

Voltar

Comentários

Notícias mais lidas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Aliança do Tocantuns abre concurso público com 82 vagas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL

Prefeitura de Formoso do Araguaia abre concurso com 141 vagas

PLANTÃO DE POLICIA

GURUPI: Policia Civil envia ''GOTE'' Grupo de Elite para conter onda de violência que assola cidade

IMPOSTOS

Fecomércio-TO divulga, nota sobre exclusão do ICMS da base de cálculo do Pis e da Cofins

SAÙDE

Carreta Unidade Móvel III do Hospital do Câncer de Barretos estará em Gurupi realizando atendimentos de graça

Todos os Direitos Reservados Rua C-03, Qd-10, Lt-05, Nº 101 - Setor Canaã -Gurupi/TO